Siaesp

NOTÍCIAS


PROCURE POR:

  • POR MÊS

    Selecione o mês...

  • PALAVRA CHAVE


Divulgado o resultado preliminar da fase de habilitação do edital de jogos eletrônicos do Programa Brasil de Todas as Telas
03/02/2017

Chamada Pública PRODAV 14/2016 teve 81 propostas habilitadas. Prazo para apresentação de recursos vai até 9 de fevereiro

 A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) divulgaram o resultado preliminar da habilitação das propostas inscritas na Chamada Pública PRODAV 14/2016 do Programa Brasil de Todas as Telas. Primeira iniciativa da ANCINE voltada ao investimento no setor de games, o edital vai disponibilizar R$ 10 milhões em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), que deverão resultar na produção de 24 jogos eletrônicos para a exploração comercial em consoles, computadores ou dispositivos móveis.

 

Foram consideradas habilitadas 81 propostas, entre um total de 123 inscritas no sistema. O documento contendo o resultado preliminar da fase de habilitação apresenta a lista com todas as propostas habilitadas e inabilitadas, assim como os motivos e justificativas que acarretaram as inabilitações.

 

Proponentes têm até 9 de fevereiro para interpor recursos

 

Os responsáveis pelos projetos inabilitados têm um prazo de dez dias corridos, ou até as 18h do dia 9 de fevereiro, para apresentar recursos. Os recursos deverão ser interpostos exclusivamente por meio do Sistema do FSA.

 

Não será aceita nenhuma documentação complementar nem retificação da documentação apresentada na inscrição. O resultado do julgamento dos recursos será divulgado juntamente com a lista definitiva de projetos habilitados, que passarão então à etapa de seleção, dividida em uma fase de avaliação dos projetos e outra de decisão de investimento.

 

Confira aqui o resultado preliminar da habilitação das propostas da Chamada Pública PRODAV 14/2016.

 

Saiba mais sobre o Programa Brasil de Todas as Telas

 

O Programa Brasil de Todas as Telas, lançado em julho de 2014, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. Trata-se de uma ampla ação governamental que visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais. Foi formulado pela ANCINE em parceria com o MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual - FSA.

 

Até meados de janeiro de 2017, o Programa Brasil de Todas as Telas já aprovou 593 propostas de financiamento de longas-metragens e 531 propostas de séries e telefilmes.  O Programa também já investiu em 263 propostas de projetos em fase de desenvolvimento e em 69 núcleos criativos em todas as regiões do país, que gerarão 398 novas obras audiovisuais.

 

Em seu terceiro ano, o Programa Brasil de Todas as Telas garante a continuidade de uma política pública vigorosa para o audiovisual brasileiro. Para dar previsibilidade às suas ações de investimento, a ANCINE disponibilizou o Calendário de Financiamento para o biênio 2016/2017, que traz as datas previstas para a abertura e divulgação de resultados das chamadas públicas do Programa.



*Com informações do site da Ancine

MAIS NOTÍCIAS